Gostar de criança não os tornam os melhores pais do mundo.

OI PESSOAS!!


  Você já ouviu alguém falar que quer ser mãe ou pai porque adora crianças?

  Pois bem. Toda vez que eu vejo ou escuto alguma pessoa falar isso, tenho vontade de deixar claro para ela que o ser humano não é como um cão, um gato, e muito menos um hamster. Gostar de crianças não tem nada a ver com criar filhos, e muitos se esquecem de um "pequeno grande detalhe": crianças crescem.

  Sim pessoas, elas crescem, fazem pirraça, entram na pré adolescência e se acham adolescentes, chegam à adolescência e se acham adultos, viram adultos e continuam com problemas de adolescentes (alguns, claro; mas este pode ser o seu filho).

  O fato de você ter paciência com crianças e até trabalhar para elas não o torna capaz de criar um ser que estará ligado à você pelo resto da sua vida.  E mesmo que a criação dele seja terceirizada através da contratação de cuidadoras ou até mesmo dos avós, em algum momento do dia ou da noite você vai ter que lidar com seu filho, e estes momentos serão sim desgastantes e estressantes, já que na maior parte das 24 horas dele você não esteve presente, e vai sim querer tirar o atraso desta falta de contato e comunicação.

  Os professores da escola e das aulas extra-curriculares podem até ficar mais tempo com as crianças que muitos dos seus pais, mas em uma época do ano elas tem um descanso disso tudo, que é a tal das férias. E nessa tal das férias eles podem simplesmente esquecer que existam menores de 18 anos no mundo.
  
  Isso é uma coisa que os pais de verdade não tem dos seus filhos: férias. Por mais que eles possam de repente passar um final de semana longe, a preocupação com a alimentação, humor e sono dos herdeiros permanecem na cabeça. É como se você levasse o trabalho no computador durante um feriado prolongado, e de tempo em tempo daria uma checada se tudo está correndo bem porque simplesmente não pode ou não consegue se desligar do serviço.

  Já trabalhei para e com crianças durante alguns anos, e posso garantir que brincar com os filhos dos outros é muito mais legal porque você não tem obrigação de ensinar bons modos, respeito, higiene, nem vai ter que chegar em casa cansado e ainda ter que dar comida e banho, escovar os dentes, ler uma mesma história pela 67876 vez e colocar para dormir, tudo debaixo de muita reclamação e chororô típicos do sono infantil.

  E quando crescerem? Isto é uma questão que todo indivíduo doido para ser pai ou mãe deveriam ter desde que se interessassem em colocar criaturas no mundo, ou mesmo adotar. Quando pequenos os filhos podem nos cansar fisicamente, mas eu acho que o bicho pega mesmo depois que chegam as responsabilidades.
  
  Provas escolares, vestibular, faculdade, cursos preparatórios, cursos extras, estágio, primeiro emprego, desemprego, emprego que não é o dos sonhos, dívidas, até chegar nos netos que você talvez vai ter que criar porque o filho não tem dinheiro suficiente para terceirizar a criação, e você vai assumir esse papel porque morre de pena daquela criança cuja culpa é toda sua dela estar no mundo.

  Afinal, você adora crianças.

  Espero ter sinceramente dado uma chacoalhada em quem acha que os filhos serão eternos Bichon Frise.

fonte: http://www.working-dog.eu/race/Bichon-Frise-165
Clique aqui e se inscreva no meu canal do YouTube!

Clique aqui e curta minha página do Facebook!

Clique aqui e me siga no Instagram!

Beijão!! 

Um comentário:

Comentários: