Hoje eu fiquei triste...

OI PESSOAS!!

  Ontem eu estava voltando do meu curso de inglês, às 10 horas da noite, sozinha. Como a bateria do meu Ipod tinha acabado, e meu telefone estava quase "morrendo" também, tive que voltar pra casa apenas com o som dos meus pensamentos. Foi então que fiquei triste.

  Fiquei observando com mais afinco às casas durante meu trajeto entre o ponto de ônibus e meu lar. A grande maioria delas não possuem muro na frente, e sim nas laterais e às vezes nos fundos para separar umas das outras. Quando possui algo na frente, é uma mureta de no máximo 80cm de altura (provavelmente para impedir que o animal de estimação fuja) ou cerca viva para uma maior privacidade, já que nessa rua o movimento de carros é constante. Mas mesmo com muretas e cercas, o portão não é trancado porque o carteiro tem que abrir (sem pedir permissão, no carão mesmo) pra deixar a correspondência na porta (aquela história de cachorro perseguir o carteiro dentro do quintal é verdade, eu já vi, rs).

  Mas porque eu fiquei triste observando isso? Porque eu comecei a comparar.

  Realmente lamentei o fato de a minha família, meus amigos e as pessoas de bem que moram no meu país não terem o direito de não serem obrigados a colocar grades em suas janelas, colocarem mil trancas em suas portas e portões, de não terem muro em suas casas para que todos possam ver seus jardins bem cuidados, de poder deixar o portãozinho aberto para que o carteiro possa bater diretamente em sua porta, sem ter que interfonar, ou tocar a campainha e ficar gritando que é o carteiro, que pode atender porque não é ninguém se fingindo de entregador para entrar na casa e roubar tudo o que tem.

  Fiquei aborrecida sim. O governo brasileiro está passando por um momento muito complicado, e isso revolta; mas a violência é o que mais impede a pessoa de ter uma vida mais tranquila. 

  Nossa vida aqui no Canadá está muito longe do que tínhamos no Brasil com relação a posses e supérfluos de conforto e lazer, mas só o fato de poder sair de casa a qualquer hora, sozinha ou com as crianças, sem ter que olhar para os lados, morar em uma casa sem muros, a escola dos filho não possuir trancas e ter a área externa totalmente aberta ao público, poder usar o notebook e câmera na pracinha da esquina... Essas coisas superam tudo.

  É claro que aqui existe estupro, assassinato, furtos... O ser humano é igual em todo lugar do mundo, e infelizmente os ruins também estão aqui, nas regiões mais perigosas, com usuários de drogas, em pontos muito específicos, como era na época da minha bisavó no Brasil. É só você não ir pra lá que as coisas não vão acontecer.

  Mas sim, fiquei muito triste em lembrar que a violência e a insegurança do Brasil impedem que seus habitantes de bem possam ter uma vida boa, realmente boa...



Clique aqui e se inscreva no meu canal do YouTube!

Clique aqui e curta minha página do Facebook!

Clique aqui e me siga no Insta gram!

SnapChat: Giseledelaia

Beijão!!

3 comentários:

  1. Nossa Gi.
    Que dor que me deu em ler suas palavras. Mas eu super compreendo. Eu sentiria o mesmo.
    Mas papai do céu sabe o que faz.
    Aproveita essa oportunidade de liberdade que a vida te deu.
    Quando ficar triste pelas pessoas que ficaram aqui, lembre-se que as mesmas pessoas estão felizes por vc.
    Felicidades para vc e sua familia😘

    ResponderExcluir
  2. realmente e triste a gente sair d cs assustada com medo da violencia..........

    ResponderExcluir
  3. Então é verdade mesmo que o Canadá é mais seguro, interessante.

    ResponderExcluir

Comentários: